Quais as vantagens de ter uma empresa 100% legalizada?

Conteúdo atualizado no dia 03/02/2018

Recolher multas com valores exorbitantes, perder benefícios e incentivos fiscais, ter o patrimônio desprotegido, essas são apenas algumas desvantagens de não ter uma empresa legalizada.

Viver na ilegalidade é perigoso e as consequências de ser pego são desmotivadoras, ocasionando sempre prejuízo maior do que o necessário para manter o negócio funcionando de acordo com a lei.

O empreendedor ético sabe que o caminho da ilegalidade não é uma opção, pois manter a empresa legalizada é essencial para o sucesso de qualquer atividade. Por isso, você deve ter muito cuidado e atenção antes de tomar qualquer tipo de atitude.

Além do mais, existem dúvidas fazendo com que muitos problemas atrapalhem a obtenção de resultados positivos por uma empresa.

Por isso, este post vai ajudar você a entender um pouco mais sobre o assunto. Acompanhe o nosso conteúdo e descubra o caminho correto para legalizar a empresa e todas as vantagens que esse processo pode trazer. Boa leitura!

Como ter uma empresa 100% legalizada?

Por ainda existir muita burocracia em nosso país, o processo de legalização de um negócio pode demorar até 152 dias. Sendo assim, procure conhecer todas as etapas e taxas a pagar e ter todos os documentos em mãos. Nessas horas, contar com o auxílio de profissionais especializados no assunto é excelente para economizar tempo e dinheiro.

Dessa forma, contrate um contador, pois todas as empresas necessitam de um serviço de contabilidade. Com isso, você recebe conselhos de confiança e consegue respeitar as normas e legislações existentes.

No próximo passo, você deve estruturar um contrato social contendo a razão existencial do negócio e explicitando a participação societária. Após isso, realize o Registro na Junta Comercial para oficializar o nascimento da empresa. Assim, você obtém o Cartão de CNPJ e o Número de Identificação do Registro da Empresa (NIRE).

Algumas empresas são isentas da Inscrição Estadual, utilizada para o recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Para saber qual é o seu caso, entre em contato com os órgãos responsáveis pelo assunto em seu estado.

O alvará de funcionamento é solicitado na Prefeitura Municipal para a liberação das atividades da empresa. Além disso, você deve fazer o registro do negócio junto à Previdência Social e também solicitar o Aparato Fiscal à Prefeitura para que a empresa possa emitir notas fiscais e autenticar livros fiscais.

Quais são as vantagens de ter uma empresa legalizada?

Após descobrir como legalizar a empresa, chegou o momento de você constatar os benefícios desse processo. Confira abaixo os exemplos mais vantajosos que separamos.

Direito à previdência social

A empresa regularizada permite que funcionários e sócios recolham valores relativos a direitos trabalhistas e tributários. Dessa forma, há o pagamento da contribuição mensal devida ao INSS, que é prerrogativa de todo cidadão que desempenha atividade profissional de forma legalizada.

Assim, a todos os colaboradores da organização é assegurado o direito à previdência, evitando o ajuizamento de demandas trabalhistas e o pagamento de multas desnecessárias.

CNPJ regular

O registro permite a regularização do número de CNPJ da empresa, que é um verdadeiro documento de identidade a ser utilizado na maioria das transações que ela realiza — seja com particulares, seja com entes do Poder Público.

A consulta da situação do CNPJ é feita até pela internet. Um cadastro regular torna maior a prospecção de clientes e divulgação de que o negócio atende às exigências legais e está em pleno funcionamento, constituindo, inclusive, estratégia interessante de marketing.

Melhor relacionamento com fornecedores

Estar regularizado e possuir CNPJ são os únicos meios hábeis de emissão de notas fiscais, condição que proporciona maior confiança na relação com fabricantes e fornecedores.

A fortificação dos laços permite uma maior abertura para a realização de negociações e pedidos de parcelamentos, aumentando as possibilidades de escolhas de parceiros e preços mais favoráveis.

Mais crédito disponível no mercado

A legalização da empresa permite a captação de recursos junto a instituições financeiras. Assim, o negócio terá mais oportunidades de conseguir empréstimos e financiamentos.

Vários bancos oferecem, por exemplo, linhas de crédito especiais para pequenas e médias empresas devidamente legalizadas, com taxas e juros diferenciados.

Esse capital pode ser importante para que os empresários possam aumentar seu capital de giro, reinvestir na atividade, atualizar equipamentos, entre outras formas de aplicação, fazendo o negócio crescer.

Proteção do patrimônio pessoal

Quando a empresa está clandestina, o seu patrimônio da empresa e dos seus sócios ficam desprotegidos.

Modalidades de empresas como a Eireli (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada) e a LTDA, por exemplo, proporcionam maior segurança fiscal ao patrimônio do empresário, de forma que a figura do sócio não mais se confunde com a do negócio, impedindo, assim, que as dívidas da pessoa jurídica avancem sob o conjunto de seus bens.

Comércio com o mercado exterior

O crescimento de um negócio demanda legalidade. Empresários que voltam suas atividades para a exportação de bens só serão contratados se o negócio estiver cumprindo os requisitos legais nacionais e internacionais inerentes a sua atividade.

Programas de exportação, rodadas de negociação e feiras do setor só podem ser efetivadas com a empresa legalizada.

Possibilidade de participação em licitações

O Poder Público pode ser considerado um dos maiores compradores do mercado — tanto de materiais quanto de serviços. Todo o processo de compra, desde a cotação até a finalização do negócio, é feita por meio de licitações, nos seus mais variados tipos.

Entretanto, há requisitos básicos para se candidatar às licitações da União, estados e municípios. A empresa precisa ter CNPJ regularizado e recolher impostos e contribuições previdenciárias em dia.

Ter uma empresa legalizada, assim, aumenta a possibilidade de prospecção de clientes e divulgação dos serviços, mostrando-se excelente oportunidade de negócios!

Mais segurança para o negócio

A concorrência no mundo dos negócios é altíssima e, muitas vezes, desleal. Quem se sujeita a uma existência na ilegalidade corre o risco de ter sua empresa denunciada a qualquer momento, até mesmo anonimamente.

A legalidade é a melhor solução para não passar todo o tempo com medo de ver alguém fechar as portas do seu negócio.

Economia de impostos

Ao regularizar a situação da empresa, você deve optar pelo regime tributário que lhe seja mais favorável dentre os existentes. O Simples Nacional é um programa para micro, pequenos e médios empresários que apresentam faturamento considerado baixo, em relação às grandes empresas.

Como consequência, aderir ao programa significa receber uma série de benefícios, inclusive o de recolhimento de impostos com alíquota diminuída. Assim, o valor pode vir a ser menor do que aquele recolhido pela pessoa física.

A emissão de nota fiscal por uma empresa pode significar economia de até 51% do valor de impostos totais a serem cobrados no período de um ano.

Mais destaque no mercado

Hoje em dia, os consumidores estão cada vez mais rigorosos e atentos às exigências legislativas. Quem atua na ilegalidade perde espaço para concorrentes e não consegue fechar negócios.

Ter uma empresa sem pendências com órgãos públicos e pronta para emitir notas fiscais já não é mais um diferencial, e sim uma necessidade para fazer o empreendimento crescer.

Melhor controle financeiro

Muitos empreendedores confundem as finanças pessoais com as profissionais. A consequência disso é que eles nunca sabem a real situação financeira do negócio. Ao operar através da empresa, é possível controlar o faturamento e os custos da gestão com muita clareza.

Desse modo, você tem mais controle e consegue tomar decisões mais eficientes e que fomentam os lucros.

Quais são as melhores práticas para regularizar uma empresa de maneira simples?

Agora que você já conhece os benefícios da regularização, é hora de agir. Para abrir uma empresa ou mesmo regularizar um negócio já existente, o empreendedor deve seguir alguns passos simples. Confira:

Planeje estrategicamente

planejamento é uma premissa básica para o sucesso de qualquer tipo de empreendimento. Portanto, pense muito bem antes de tomar decisões e analise o cenário em que a sua gestão está inserida.

O empresário deve definir seu público-alvo, tipo de atividades a serem desenvolvidas e ter em mente o faturamento mensal que deseja alcançar. É necessário sondar o mercado e fazer um estudo de viabilidade do negócio.

Conte com profissionais qualificados

Por mais que você tenha experiência e uma boa qualificação, é essencial contar com a ajuda de outros profissionais especializados. Muitos tentam acumular diversas responsabilidades em suas mãos e acabam perdendo o controle da situação. Não cometa esse mesmo erro!

O serviço de parceiros especializados na estruturação de empresas será essencial para guiar todas as suas ações. Será necessário fazer o planejamento tributário e, em alguns casos, elaborar um contrato social para o negócio. Escolha um profissional de contabilidade altamente capacitado.

Além disso, o uso de um software que atenda a toda legislação em sua empresa também pode ser de grande ajuda. Faça uma pesquisa de mercado e encontre um produto que integre todos os setores e que facilite a sua rotina de trabalho.

Registre o negócio

Cada segmento de negócio pode contar com a exigência de normas específicas. O registro da empresa, entretanto, será realizado em cartório ou na Junta Comercial.

Em seguida, a empresa deve completar o seu registro também na Receita Federal e obter seu número de CNPJ. Para empresas que atuem no setor de revendas, ainda será necessário inscrever-se na Secretaria da Fazenda do estado.

Obtenha autorizações específicas

Certos municípios e outras repartições exigem a expedição de alvará para a regularização do negócio, o que será definido conforme o seu ramo de atuação.

Cada órgão conta com exigências e ritos próprios para a realização dos registros, até mesmo por meios eletrônicos. A aprovação do pedido de regularização pode levar algum tempo. Por isso, se organize e faça as solicitações com antecedência para deixar sua empresa legalizada.

Existem vários desafios na rotina de trabalho de um empresário. Além de dialogar com clientes, fornecedores e colaboradores, ele deve acompanhar as tendências do mercado e tomar decisões eficazes.

Independentemente da área, trabalhe com profissionais especializados e prontos para ajudar você a qualquer momento. Não se esqueça de utilizar também uma ferramenta de gestão que automatize tarefas e que permita o monitoramento de tudo o que acontece em seu negócio.

Atualmente, regularizar uma empresa é uma atitude fundamental para trilhar o caminho do sucesso e obter os resultados positivos que você tanto almeja. Com a leitura deste post, você aprendeu um pouco mais sobre o assunto e descobriu as vantagens de ter uma empresa legalizada.

Gostou do nosso conteúdo? Então compartilhe este artigo agora mesmo em suas redes sociais para que esse tema tão importante possa alcançar ainda mais pessoas.

materiais-gratuitos-gestao-fiscal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This