Veja por que um ERP é importante no varejo

Apertar os cintos é uma lei em tempos de recessão econômica, certo? Sim, é verdade, mas parece que a maioria dos empreendedores brasileiros abre uma pequena exceção: os investimentos em tecnologia continuam a pleno vapor!

Esse foi o resultado de uma pesquisa elaborada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) que mostrou que, entre 2015 e 2016, o orçamento para a tecnologia entre os dois períodos se manteve inalterado, na proporção de 7,6% da receita.

Por que será que o conservadorismo característico de uma crise não afetou a área de tecnologia? Simples. Parece que o empresariado brasileiro amadureceu e já reconhece que a tecnologia não é apenas um custo para o negócio.

O fato é que estamos falando de um investimento, afinal, no longo prazo, podemos perceber o retorno financeiro de maneira palpável. Sim, cada centavo gasto com tecnologia é o mesmo que aplicar o seu dinheiro.

Isso ocorre porque, com a tecnologia, conseguimos uma série de benefícios no negócio, que vão desde a redução dos custos até o aumento da produtividade.

Sistemas e softwares como o ERP (Enterprise Resource Planning) são extremamente eficazes em promover uma empresa mais clean e eficiente, já que são desenvolvidos processos internos com mais sofisticação e de maneira otimizada, reduzindo gargalos de produção, por exemplo.

Sabendo disso, resolvemos mostrar, no post de hoje, os principais motivos que levam o ERP no varejo a ser uma ferramenta indispensável. Confira logo a seguir!

Otimiza os processos do negócio

Em primeiro lugar, é importante apontar essa que é uma das principais funções do ERP: a otimização dos processos internos da empresa. Esse é o primeiro passo para garantir a eficiência do negócio, isto é, gerirmos melhor os recursos da empresa, sem desperdícios.

Basicamente, é o ERP quem elimina os gargalos na linha de produção, que, além de serem custosos, também podem gerar problemas ligados à improdutividade.

Como já mencionamos, o sistema garante que todos os processos funcionem de maneira mais clean e redonda. Assim, garantimos mais agilidade para o negócio e, consequentemente, a produtividade.

Por sinal, com essa eficiência garantida pelo ERP no varejo, podemos, inclusive, oferecer melhores condições para os nossos clientes. Vamos conferir esse ponto?

Oferece melhores preços para os clientes

No varejo, o preço pode ser um grande diferencial, ainda mais se considerarmos que, hoje, o cliente tem acesso à informação com extrema facilidade.

Apenas com o deslizar de dedos em um smartphone, ele pode comparar os valores cobrados por você e o seu concorrente. Por isso, é fundamental trabalhar na precificação dos produtos da sua empresa.

Espera, mas onde o ERP entra nessa história? Simples, uma das consequências da otimização dos processos é a redução dos custos do negócio, certo?

Com custos reduzidos, podemos começar a pensar em uma precificação que seja mais agradável para o consumidor, de modo que não diminua os lucros almejados pela organização. Muito pelo contrário: já que podemos oferecer preços menores, provavelmente venderemos muito mais.

Portanto, um dos benefícios do ERP é a diminuição dos custos para o consumidor; mas os benefícios para ele não param por aí, conforme veremos em seguida.

Melhora o atendimento ao público

Evidentemente, quando os processos da empresa se tornam mais enxutos e limpos, é possível realizar um atendimento ao cliente muito mais eficaz. A entrega de produtos, o suporte ao consumidor e, até mesmo, simples tarefas como a procura de um item no estoque ganharão em agilidade e presteza, o que certamente será revertido em satisfação pelo lado do público.

Vale lembrar que, hoje, o bom atendimento é uma das principais exigências do consumidor.

De acordo com uma pesquisa realizada pela revista “Pequenas Empresas, Grandes Negócios”, foi constatado que o consumidor prefere ser bem atendido do que conseguir um bom preço ou, em alguns casos, até um produto de maior qualidade — mais de 60% dos entrevistados afirmaram que preferem o atendimento aos outros dois pontos.

Realiza a integração de dados

Uma situação que, infelizmente, é muito comum no meio organizacional, é a dificuldade de integrar os dados entre os diversos setores.

É claro que, no varejo, isso não é diferente, e as divergências são ainda mais nocivas quando falamos do setor de marketing e vendas, que precisam atuar em conjunto para conseguir os resultados esperados — e que, por sinal, são a mola propulsora de qualquer varejista.

Com o ERP, é possível integrar os dados da organização em apenas uma plataforma, o que é essencial não só para acelerar a forma como as informações são atualizadas no sistema, mas também para garantir o acesso controlado de todos os setores de maneira coesa. Esse é o segredo para gerar a harmonização do time.

Melhora a tomada de decisão

Por fim, não são apenas as equipes de marketing e de vendas que são beneficiadas com o uso do ERP. Como vimos, uma das principais funções da ferramenta é a integração e a administração de dados.

É claro que isso se reverte em decisões mais acuradas por parte da própria gestão do negócio, principalmente durante o planejamento estratégico, momento em que a qualidade dos dados é decisiva para a elaboração de metas e planos de ação.

Com o ERP é possível, portanto, mudar a perspectiva da empresa e tomar decisões com base em informação, não apenas em achismos ou intuição.

O gestor pode, de fato, tomar as rédeas do negócio e passar a atuar de maneira mais proativa, abandonando a postura reativa de apenas apagar incêndios. Isso é indispensável para criar uma organização mais resiliente no mercado do varejo.

Como vimos na introdução, as empresas podem até apertar os cintos, mas nunca deixam de investir em tecnologia. Por sinal, procurar soluções como softwares e sistemas de gestão já deixou de ser um diferencial e passa a ser uma obrigação para o gestor que pretende se manter competitivo no mercado.

Assim, podemos fazer o melhor não só para o próprio negócio, mas, especialmente, para o cliente também!

Gostou do nosso post sobre ERP no varejo? Então, assine agora mesmo a nossa newsletter e fique por dentro de muito mais conteúdos como este!

materiais-gratuitos-gestao-fiscal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This