Qual o papel da tecnologia na gestão de estoques da sua empresa?

A gestão de estoques, infelizmente, é muito negligenciada no Brasil. Em mercados consolidados, como o americano, as empresas controlam o estoque constantemente e aproveitam para fazer grandes negócios — como black-fridays, saldões etc. A tecnologia, nesse ponto, pode ser uma aliada essencial.

Afinal, é impossível para gerentes e diretores — ocupados com diversas atividades diárias — se lembrarem de detalhes do estoque para otimizar as vendas ou o consumo dos insumos. Portanto, investir em ferramentas de gestão de estoque é imperativo e pode representar um grande diferencial para sua organização, tanto em relação à otimização da gestão quanto à diferenciação no mercado. 

Então, elaboramos este post para que você entenda esses aspectos um pouco melhor. Esperamos que você curta a leitura!

Maior eficiência, mais lucros

Um dos maiores problemas de uma gestão de estoques ineficiente é o desperdício e a perda de materiais. Por exemplo: no setor alimentício, esse problema tem se tornado muito crítico uma vez que, frequentemente, há o desperdício de grande parte do estoque devido à falta de controle do vencimento dos produtos.

Na construção civil, também vemos outro problema que, igualmente, traz muitos prejuízos. Sem o gerenciamento de estoque, os operários não fazem o uso racional dos suprimentos e geram bastante desperdício e resíduos.

O estoque, em vez de ser visto como um recurso limitado, passa a ser um “lugar mágico” de onde sempre saem os materiais, não importando o quanto tenham sido utilizados.

A adoção da tecnologia muda completamente esse paradigma, pois passa a ser possível o controle das entradas e saídas. Com isso, você tem grandes vantagens, pois pode inserir informações como:

  • quando o produto entrou no estoque;
  • quando ele saiu;
  • qual é a sua data de vencimento;
  • quando a quantidade de determinado suprimento está em baixos níveis e precisa de reposição.

Nos setores que citamos, por exemplo, a diferença é enorme, e as grandes organizações têm adotado a tecnologia a seu favor. É hora de sua empresa também imitá-las. Acompanhe alguns benefícios!

Otimização do fluxo de mercadorias nas prateleiras

Nos supermercados, você pode estabelecer um fluxo de forma que os produtos que estão armazenados há mais tempo sejam priorizados no momento da venda.

Com isso, há uma otimização enorme, pois você sempre manterá um estoque reserva razoável, ao mesmo tempo em que não precisará se preocupar tanto com a perda de produtos. Assim, você garante que seus clientes sempre encontrem os produtos desejados — mesmo aqueles que atingem um público reduzido —, sem o risco de prejuízo com perdas. 

Aproveitamento de oportunidades de itens perto do vencimento

Outra ação interessante que vem sido adotada graças aos sistemas de gestão de estoque é a notificação prévia das mercadorias perto do vencimento. Desse modo, você pode colocar os produtos próximos do vencimento em promoção para diminuir ou eliminar o prejuízo com seu desperdício. 

Se você frequentar grandes redes de supermercado — como o Extra, Carrefour e o Pão de Açúcar —, sempre verá uma sessão de “produtos próximos ao vencimento”.

Gestão inteligente de insumos

Na construção civil, por exemplo, podemos otimizar bastante o uso racional dos materiais. Infelizmente, há uma cultura antiga nos operários de que não se deve cuidar bem dos insumos, que eles são sempre repostos quando acabam. 

Dessa forma, a empresa perde o controle da eficiência da sua obra. Assim, o custo final se torna mais elevado, o que corrói os lucros dos empreendimentos. Com o controle de estoque, é possível predeterminar qual é a quantidade de material que deve ser empregada em cada etapa e receber um aviso quando o insumo estiver perto do esgotamento.

Um inventário completo, com registros precisos

Em qualquer setor, o inventário é uma atividade essencial para manter a administração das empresas adequadamente. A partir dele, sabemos qual é a totalidade de insumos estocados para serem empregados ou comercializados.

Podemos fazer uma analogia: assim como o repertório é a forma como uma banda sabe o que pode fazer durante os shows, o inventário é o instrumento que o empreendimento têm para saber como ele pode programar seus projetos e suas ações.

Com a tecnologia, esse processo se torna muito mais simples, pois não é mais necessário destacar muitos funcionários para se responsabilizarem com o inventário dos itens manualmente, escrevendo componente por componente.

Além de ineficiente, pois gasta grande parte do tempo de funcionários — que poderiam trabalhar em tarefas mais específicas —, o seu inventário ficará sujeito a erros humanos. Assim, na hora do planejamento, o cenário estará perfeito; mas, durante a execução, vocês enfrentarão diversos problemas, visto que trabalharam com informações pouco acuradas.

Reposição de itens mais inteligente

Quando pensamos em estoque, temos uma visão um pouco passiva: é apenas aquele local onde armazenamos nosso produto. Porém, o estoque é a grande mina de ouro da sua empresa. Portanto, deve ser utilizado de forma estratégica.

Por exemplo, se você tem um produto de alta rotatividade e cujo volume de cada pedido é sempre alto, sua corporação precisa estar sempre de prontidão para as demandas do cliente. Se você mantém uma estocagem baixa, o consumidor pode te procurar, e você terá de dar uma resposta negativa. Resultado: ele inevitavelmente procurará um concorrente. 

A tecnologia é capaz de te ajudar a manter sempre as quantidades adequadas de cada produto considerando os mais diversos fatores: fluxo de entrada e saída, prazo de validade, sazonalidade, projetos futuros etc. Você passa a ter controle do estoque, e não o estoque de você. 

Isso é essencial para produtos com uma sazonalidade muito grande. Por exemplo, as empresas de marketing e pesquisa de mercado já têm dados muito consolidados sobre o comportamento do consumidor com produtos sazonais, como panetones e ovos de páscoa. 

Com o controle de estoque, você pode programar avisos para começar a compra desses produtos no momento certo, em que o consumidor já estará disposto a comprá-los e quando os preços dos seus fornecedores ainda estarão amigáveis.

Está vendo como a tecnologia na gestão de estoques pode ser um grande diferencial na sua empresa? Acredite: grande parte da sua concorrência ainda descuida desse aspecto; então, isso pode se tornar uma grande vantagem competitiva!

Quer receber em suas redes sociais os melhores conteúdos para otimização da sua gestão empresarial? Então, não deixe de seguir nossas páginas no Facebook e no Youtube e fique por dentro de conteúdos incríveis!

materiais-gratuitos-gestao-fiscal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This