Por que focar em marketing digital no setor varejista?

Os consumidores estão cada vez mais presentes no mundo online, especialmente após a popularização dos smartphones. Onde quer que vamos, encontramos alguém concentrado em uma tela de celular. Sendo assim, o marketing digital no setor varejista tornou-se fundamental para as empresas se tornarem competitivas no mercado.

Além disso, podemos perceber muitas companhias migrando ou ampliando suas atividades para os e-commerces. Muitas vezes, essa transição ocorre de forma natural, pois a presença no ambiente se torna tão forte, que o empresário sente a necessidade de disponibilizar seus produtos nas plataformas digitais.

Quer saber por que você deve investir em marketing digital para o seu varejo e quais ferramentas podem ser adotadas? Continue lendo e confira!

Quais as vantagens do marketing digital no setor varejista?

Investimento flexível

O marketing digital funciona para qualquer segmento e para todos os bolsos. Seja qual for a sua verba disponível para a comunicação, existe uma solução. Muitas ações de marketing offline consideradas baratas, poderiam ser mais eficazes se fossem feitas digitalmente. Um exemplo é a distribuição de panfletos, em que você precisa arcar com o custo das impressões e da distribuição.

Mesmo que você opte por anúncios pagos, o número de pessoas impactadas costuma ser maior. O ideal é que você faça testes e vá aumentando o orçamento aos poucos. O Facebook Ads, por exemplo, permite que você impulsione suas publicações a partir de R$2,50 por dia.

Segmentação

Você conhece bem o seu público-alvo, correto? Então não faz sentido anunciar para quem não tem o perfil dos seus clientes. As ferramentas digitais possibilitam que suas ações de marketing sejam direcionadas para aqueles que têm potencial de compra. Se você gasta um valor X para cada pessoa impactada pelos anúncios, é importante que elas sejam qualificadas.

Você pode começar anunciando para um público maior, e após analisar os resultados, filtrar as próximas campanhas para atingir aqueles que interagiram com os seus anúncios. Quem sabe você não descobre um segundo perfil de consumidores?

Mensuração

Além das ferramentas digitais fornecerem dados sobre os consumidores, elas podem revelar informações sobre as suas campanhas e o seu negócio. Dessa forma, é possível mudar constantemente suas estratégias até atingir a performance desejada.

Vamos supor que você abriu um e-commerce e descobriu que um dos seus produtos teve muitas visualizações, mas vendeu pouco. Ou seja, é um produto com potencial de vendas, porém, algo precisa ser melhorado. Nesse caso, você pode mudar um aspecto por vez, como a imagem do produto, sua descrição, oferecer desconto ou incluir outras formas de pagamento.

Automação

Há tantas estratégias que podem ser utilizadas no marketing digital no setor varejista que se torna impossível executá-las manualmente. Imagine atualizar as redes sociais todos os dias, mandar e-mails promocionais para os clientes e interessados, responder às reclamações e publicar diversos anúncios. Você precisaria de muitas pessoas para dar conta do recado.

As ferramentas de automação permitem que você reduza o tempo gasto nessas tarefas e se preocupe com a parte estratégica do negócio. Dessa forma, não será necessário contratar vários profissionais para cuidar dos mínimos detalhes.

Quais ferramentas de marketing podem ser utilizadas?

Redes sociais

Quem é do setor varejista costuma ter produtos entrando e saindo de estoque a todo instante. As redes sociais são excelentes para avisos urgentes, como a chegada de um novo produto. Em poucos minutos, seus seguidores ficam a par de todas as novidades do seu negócio.

Outra vantagem das mídias sociais é criar proximidade com a audiência. Você dialoga com os usuários, cria engajamento por meio das publicações e responde os questionamentos — tudo na mesma plataforma.

E-mail marketing

O e-mail, ao contrário do que muitos pensam, não é apenas um canal de atendimento, há outras possibilidades, como a conversão. Ao ter os dados do seu potencial cliente em mãos, você pode criar uma sequência de e-mails com o objetivo de despertar seu interesse.

Essa ferramenta também é bastante utilizada para a fidelização. Como sabemos, os clientes fiéis são imprescindíveis para a saúde de qualquer negócio, e o gasto para mantê-los é menor do que para conquistar novos compradores. Só tome cuidado para não exagerar na dose e mandar muitas mensagens, senão aumentará a sua taxa de rejeição de envios.

Marketing de conteúdo

Quer atrair a atenção do público e criar engajamento? O marketing de conteúdo pode ser a solução. Como o próprio nome diz, essa estratégia de comunicação se dá por meio da produção de conteúdos de qualidade. O blog da empresa é o local ideal para desenvolver esse modelo.

Vamos supor que você é do ramo de eletrodomésticos. O usuário digita no Google “qual a vantagem da fritadeira sem óleo” e encontra um artigo seu. Após a leitura, ele vai para outro artigo, e mais outro, e quando menos percebe, seu blog virou ponto de referência. Assim, você aumenta sua autoridade e atrai cada vez mais visitantes.

Anúncios patrocinados

Os anúncios patrocinados são ideais para quem deseja resultados rápidos. Nem sempre é fácil colocar o site na primeira página do Google ou de outros mecanismos de busca, leva um certo tempo para isso acontecer. Ao investir no Google AdWords, seus anúncios aparecem em destaque rapidamente.

O Facebook Ads funciona de forma parecida: você cria o anúncios, decide o orçamento, segmenta e coloca em circulação. Tanto o AdWords quanto o Facebook Ads são muito utilizados pelo setor varejista. Geralmente, esses anúncios patrocinados direcionam os usuários para uma página de vendas, com o intuito de gerar cadastros, conhecida como landing page.

O que deve ser observado?

Para saber se as suas campanhas estão apresentando um bom desempenho, é sempre importante calcular o ROI (retorno sobre o investimento). Se o resultado estiver abaixo do esperado, você precisará rever o que está errado.

A vantagem do marketing digital nesses casos é que você pode ajustar suas ações no meio do caminho. Desse modo, você consegue evitar ou diminuir possíveis prejuízos. As duas ferramentas de anúncios patrocinados citadas no tópico anterior, por exemplo, permitem que você pause sua campanha, faça os ajustes e retome quando quiser.

No caso dos e-commerces, é aconselhável utilizar ferramentas de rastreamento, como o Hotjar. Com essa ferramenta, você monitora todos os passos dos visitantes, inclusive onde eles mais clicaram no site ou passaram o cursor do mouse. Sendo assim, você saberá o que pode ou não ser mudado no site para melhorar a navegação.

O marketing digital no setor varejista está sendo amplamente utilizado. Muitos já comprovaram sua capacidade de atrair, encantar, converter e fidelizar os clientes. Devido à fácil mensuração, esse investimento ganha no quesito segurança para os empresários.

E você? Já conhecia as vantagens do marketing digital no setor varejista? Compartilhe este artigo com seus amigos nas redes sociais para que todos saibam também!

materiais-gratuitos-gestao-fiscal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This